A Validade Teórica das Dimensões de Análise dos Indicadores de Projetos de Responsabilidade Social Corporativa: Uma Abordagem Teórica da Aderência dos Indicadores Ethos a Modelos Acadêmicos

Geceler Leandro Senefonte, Leandro Alves Patah

Resumo


A responsabilidade social corporativa reaviva a discussão a respeito da criação do valor compartilhado, em que as organizações devem buscar a geração de valor social sem abrir mão da inquestionável missão de gerar de valor econômico aos acionistas. Os projetos de responsabilidade social corporativa e sustentabilidade, assim como qualquer tipo de projeto, têm restrições de recursos, prazos e escopo e precisam ser gerenciados e avaliados por meio de indicadores. A literatura descreve alguns modelos de indicadores para a avaliação de projetos de responsabilidade social corporativa e sustentabilidade. Este trabalho tem como objetivos: discutir quatro modelos encontrados na literatura, analisar os indicadores propostos pelo Instituto Ethos e verificar se há aderência entre esses indicadores e os modelos discutidos. Trata-se de um artigo teórico, baseado em pesquisa bibliográfica e que traz como resultado, além dos objetivos estabelecidos, a consolidação das dimensões de análise dos modelos estudados. Como proposição para novos estudos, este artigo recomenda a investigação em campo acerca da aderência das dimensões de análise dos indicadores desenvolvidos empiricamente nas organizações, com as dimensões consolidadas neste artigo.

Palavras-chave


Responsabilidade Social Corporativa, Indicadores, Avaliação de Projetos, Indicadores.

Referências


Aguilar, M. J., & Ander-egg, E. (1995). Avaliação de serviços e programas sociais. 2ª ed. Petrópolis: Vozes, 199 p.

Armani, D. (2006). Como elaborar projetos? Guia prático para elaboração e gestão de projetos sociais. Porto Alegre: Tomo Editorial, 99 p.

Austin, J. (2000). The collaboration challenge: how non-profits and businesses succeed through strategic alliances. San Francisco: Jossey-Bass Publisheres, 224 p.

Ávila, C. M. (2001). Gestão de projetos sociais. 3ª ed. São Paulo: AAPCS, 128 p.

Carroll, A. B. (1979). A three dimensional conceptual model of corporate performance. Academy of Management Review (4), 497-505 p.

Carroll, A., & Buchholtz, A. (2000). Business & society: ethics and stakeholder management. 4 ed. Stamford: Thomson Learning, South-Western College Publishing, 561 p.

Carvalho, M. C. B. (2001). Gestão de projetos sociais (3ª ed.). In C. M. Ávila (coord.). Avaliação de projetos sociais. São Paulo: AAPCS, 59-89 p.

Chianca, T., Marino, E., & Schiesari, L. (2001). Desenvolvendo a cultura de avaliação em organizações da sociedade civil. Coleção Gestão e Sustentabilidade. São Paulo: Global, 136 p.

Cohen, E., & Franco, R. (2002). Avaliação de projetos sociais. Rio de Janeiro: Vozes, 312 p.

CSD. (2012). Comissão de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Retrieved from: http://sustainabledevelopment.un.org/csd.html.

Drucker, P. F. (2001). Administração de organizações sem fins lucrativos: princípios e práticas. São Paulo: Thomson Learning, 166 p.

Ethos. (2013). Instituto Ethos. São Paulo. Retrieved from: http://www3.ethos.org.br/. Acesso em: 4 de abril de 2013.

Figueiredo, N. M. A. (2007). Método e metodologia na pesquisa científica. 2ª

ed. São Caetano do Sul: Yendis Editora, 256 p.

Fischer, R. M. (1999). Cidadania organizacional: um caminho de desenvolvimento. In: Universidades corporativas: educação para as empresas do século XXI. São Paulo: Schmukler, 123-136 p.

Gil, A. C. (2010). Como elaborar projetos de pesquisa. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 200 p.

GRI (2012). Sustainability reporting guidelines. Global Reporting Initiative. Retrieved from: www.globalreporting.org. Acesso em: 25 de novembro de 2012.

Guimarães, J. R. S., Jannuzzi, P. M. (2004). IDH, indicadores sintéticos e suas aplicações em políticas públicas: uma análise crítica. In: Encontro Nacional de Estudos Populacionais, 14. Anais. Caxambu, 73-90 p.

IAF – Inter-American Foundation. (1997). The grassroot development framework. Inter-American Foundation. Revista da Fundação Interamericana, 17(1), 39-52 p.

Jannuzzi, P. (2009). Indicadores sociais no Brasil: conceitos, fontes de dados e aplicações. 4 ed. Campinas: Alínea, 141 p.

Kanter, R. (1999). From spare change to real change: the social sector as beta site for business innovation. Harvard Business Review, May-June, 123-132 p.

Marinho, A., & Façanha, L. O. (2001). Programas sociais: efetividade, eficiência e eficácia como dimensões operacionais da avaliação. IPEA - TD787. Rio de Janeiro: 2001. Retrieved from: http://www.ipea.gov.br. Acesso em: 12 de novembro de 2012.

Marino. E. (2003). Diretrizes para avaliação de projetos e programas de investimento social privado. Dissertação de Mestrado em Administração. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade – FEA/USP. São Paulo, 196 p.

Nogueira, R. M. (1998). Los proyectos sociales: de la certeza omnipotente al comportamento estratégico. Santiago: Cepal. Retrieved from: http://www.eclac.org/publicaciones/xml/2/4652/lcl1113e.pdf. Acesso em: 12 de novembro de 2012.

Porter, M. E., & Kramer, M. R. (2011). Criação de valor compartilhado. Harvard Business Review. Retrieved from: http://www.hbrbr.com.br/materia/criacao-de-valor-compartilhado. Acesso em: 13 de julho de 2012.

Triviños, A. N. S. (2006). Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. 1ª ed. São Paulo: Atlas, 175 p.

Valarelli, L. L. (1999). Indicadores de resultado de projetos sociais. Revista do Terceiro Setor. Rio de Janeiro: Rede de Informações do Terceiro Setor (RITS), 10-17 p.

Vergara, S. C. (2011). Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 13ª ed. São Paulo: Atlas, 94 p.

Zamcopé, F. C., Ensslin, L., & Ensslin, S. R. (2012). Construção e um modelo para avaliação da sustentabilidade corporativa: um estudo de caso na indústria têxtil. Revista Gestão & Produção, 19(2), 303-321 p.


Texto completo: PDF



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional