Coleta Seletiva de Lixo Reciclável em Angra dos Reis/RJ: Análise da Evolução Municipal e da Participação Popular

Mônica Maforte Netto, Vanessa de Almeida Guimarães, Ilton Curty Leal Junior

Resumo


O Programa de Coleta Seletiva envolve a participação dos setores públicos, iniciativa privada e segmentos organizados da sociedade civil, sendo a efetiva participação da população fundamental para o seu sucesso. Diante disso, o objetivo desse trabalho é avaliar a evolução do Programa de Coleta Seletiva no município de Angra dos Reis/RJ, especialmente, verificando se o mesmo conta com a participação popular, seja reduzindo a geração de resíduos, seja criando novos postos de trabalho e promovendo inclusão social. Além das pesquisas documentais e bibliográficas, foram conduzidas entrevistas semi-estruturadas e não estruturadas com os diferentes atores da comunidade envolvidos no programa, caracterizando-se como estudo de caso qualitativo. Ao final, verificou-se que a participação popular nesse município não é intensa, sendo necessários ações e incentivo do poder público visando o seu fortalecimento. Concluiu-se que a coleta seletiva necessita de maior divulgação, ampliação da abrangência do programa (incluindo a coleta porta a porta) e novos investimentos financeiros, visando aumentar a participação da população, por meio da criação de novos hábitos na separação do lixo orgânico e reciclável, dando a destinação correta aos materiais recicláveis.

Palavras-chave


Coleta Seletiva; Lixo Reciclável; Angra dos Reis; Participação Popular.

Referências


Abdala, W. J. S., Rodrigues, F. M. & Andrade, J. B. L. (2008). Educação Ambiental e Coleta Seletiva: Importância e Contextualização no Mundo Atual. Revista Travessias. Grupo de Pesquisas em Educação, Cultura, Linguagem e Arte do Programa de Pós Graduação em Letras da Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná. (N. 2). Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/download/2907/2071. Acesso em: 14 jan. 2015.

Abreu, I. (2012). Coleta seletiva de lixo na Câmara já recolheu mais de uma tonelada de recicláveis. Disponível em: http://angranews.com.br/coleta-seletiva-de-lixo-na-camara-ja-recolheu-mais-de-uma-tonelada-de-reciclaveis/. Acesso em: 21 fev. 2015.

Bioretrô. (2012). A Importância da Coleta Seletiva. Disponível em: http://bioretro.eco.br/a-importancia-da-coleta-seletiva/. Acesso em: 16 fev. 2015.

Brasil. (1999). Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental; institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm. Acesso em: 21 fev. 2015.

Brasil. (2010). Lei nº 12.305, de 02 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm. Acesso em: 01 abr. 2015.

Bringhenti, J. R. & Gunther, W. M. R. (2011). Participação social em programas de coleta seletiva de resíduos sólidos urbanos. Disponível em: www.scielo.br/pdf/esa/v16n4/a14v16n4.pdf. Acesso em: 01 jul. 2016.

Cempre - Compromisso Empresarial para Reciclagem. (2013). Cempre Review 2013. Disponível em: http://cempre.org.br/download.php?arq=b18xOTVhNmJvOHExNHNkazZsMW42bzFzdTFxMGxhLnBkZg==. Acesso e: 21 set. 2015.

Cempre - Compromisso Empresarial para Reciclagem. (2014). Ciclosoft. Radiografando a Coleta Seletiva. Disponível em:http://cempre.org.br/ciclosoft/id/2. Acesso em: 21 dez. 2015.

DeepAsk. (2013). População com coleta seletiva e triagem: Veja número de habitantes atendidos por cidade do Brasil. Disponível em: http://www.deepask.com/goes?page=Coleta-seletiva-e-triagem:-Veja-o-percentual-da-populacao-atendida-na-sua-cidade. Acesso em: 24 set. 2015.

EcoViagem. (n.d.). Angra dos Reis. O encanto de suas 365 ilhas. Disponível em: http:ecoviagem.uol.com.brbrasilrio-de-janeiroangra-dos-reis. Acesso em: 18 fev. 2016.

Eigenheer, E. M. & Fernandes, M. J. S. (2013). Resíduos & Memória: Uma Política de Preservação de Pequenos Acervos. IV Seminário Internacional - Políticas Culturais. Setor de Políticas Culturais, Fundação Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro, Brasil. 16 a 18 outubro. Disponível em: http://culturadigital.br/politicaculturalcasaderuibarbosa/files/2013/11/Em%C3%ADlio-Maciel-Eigenheer-et-alii-.pdf Acesso em: 19fev. 2015.

Fuzaro, J. A. & Ribeiro, L.T. (2005). Coleta Seletiva para Prefeituras. Guia de Implantação. (4a. ed.). São Paulo: SMA/CPLEA. Disponível em: http://www.resol.com.br/Cartilha6/ColetaSeletivaparaPrefeituras.pdf. Acesso em: 01 mar. 2015.

Garcia, G. (2016). Entenda a crise econômica. Empresa Brasil de Comunicação S/A – EBC. Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2016-05/entenda-crise-economica. Acesso em: 28 jun. 2016.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. (4a. ed.). 176 p. São Paulo: Atlas, p. 41, 42, 54. Disponível em: https://professores.faccat.br/moodle/pluginfile.php/13410/mod_resource/content/1/como_elaborar_projeto_de_pesquisa_-_antonio_carlos_gil.pdf. Acesso em 10 nov. 2015.

Godoy, A. S. (1995). Introdução à Pesquisa Qualitativa e suas Possibilidades. (v. 35, n. 2, p. 57-63). Revista de Administração de Empresas. São Paulo. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rae/v35n2/a08v35n2.pdf. Acesso em: 23 fev. 2015.

Google Maps. (2016). Disponível em:www.google.com.br/maps/@-22.9819959,-44.2991112,12.25z. Acesso em: 03 jul. 2016.

Guabiroba, R. C. S., D’Agosto, M. A., Leal, I. C., Jr., & Silva, M. A. V. (2014). Eco-efficiency as an auxiliary measure for the definition of interregional public consortia responsible for the collection of recyclable domestic waste. Journal of Cleaner Production. 68, 36e-45. Disponível em: http: http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2013.10.061. Acesso em: 15 fev. 2016.

IBAM - Instituto Brasileiro de Administração Municipal. (2001). Manual de Gerenciamento Integrado de resíduos sólidos. Rio de Janeiro. 204 p. Disponível em: www.resol.com.br/cartilha4/manual.pdf. Acesso em: 25 nov. 2015.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2008). Pesquisa Nacional de Saneamento Básico. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/condicaodevida/pnsb2008/PNSB_2008.pdf. Acesso em: 11 fev. 2015.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2013). Estimativa da população residente nos municípios brasileiros com data de referência em 1º de julho de 2013. Disponível em: ftp://ftp.ibge.gov.br/Estimativas_de_Populacao/Estimativas_2013/estimativa_2013_dou.pdf. Acesso em: 24set. 2015.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2014). Estimativas da população dos municípios brasileiros com data de referência em 1º de julho de 2014. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/pdf/analise_estimativas_2014.pdf. Acesso em: 03 mai. 2015.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2014b). Rio de Janeiro. Angra dos Reis. Histórico. Disponível em: http://www.cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?lang=&codmun=330010&search=rio-de-janeiro|angra-dos-reis|infograficos:-historico. Acesso em: 08 dez. 2015.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2015a). Rio de Janeiro. Angra dos Reis. Disponível em: http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=330010&search=rio-de-janeiro|angra-dos-reis. Acesso em: 08 dez. 2015.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2015b). Nível territorial: município. Unidade territorial: 3300100 - Angra dos Reis - RJ. Disponível em: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/territorio/tabunitsub.asp?codunit=3355⊄=102&z=t&o=4&i=P. Acesso em: 29 abr. 2015.

Jornal do Oeste. (2014. Associação de Catadores pode ser transformada em cooperativa. 21 novembro, 2014. Disponível em: http://www.jornaldooeste.com.br/cidade/2014/11/associação-po-ser-tranformada-em-cooperativa/1232911/. Acesso em: 23 fev. 2016.

Lemos, M. P. (2013). A Coleta Seletiva e seus Benefícios. Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - Boletim CIPA. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Campus de Ilha Solteira. Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira. 16 outubro, 2013. Gestão 2012/2013. Disponível em: http://www.feis.unesp.br/Home/cipa/boletimcipa/boletim-cipa-16-10-13---coleta-seletiva-e-seus-beneficios.pdf. Acesso em: 13 jan. 2015.

Menezes, D. C. & Dapper, D. (2013). Percepção dos consumidores sobre programa de descarte de resíduos recicláveis em rede supermercadistas de Porto Alegre. (v. 2, n. 2, p. 154-176, julho/dezembro). Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - GeAS. São Paulo. Disponível em: http://www.revistageas.org.br/ojs/index.php/geas/article/view/66/pdf. Acesso em: 12 nov. 2015.

Ministério do Meio Ambiente. (n.d.). Política Nacional de Resíduos Sólidos. Disponível em: http://www.mma.gov.br/pol%C3%ADtica-de-res%C3%ADduos-s%C3%B3lidos. Acesso em: 20 fev. 2015.

Paschoalin Filho, J. A.; Silveira, F. F., Luz, E. G. & Oliveira, R. B. (2014). Comparação entre massas de resíduos sólidos urbanos coletadas na cidade de São Paulo por meio de coleta seletiva e domiciliar. (v. 3, n. 3, setembro/dezembro). Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - GeAS. Disponível em: http://www.revistageas.org.br/ojs/index.php/geas/article/view/208/pdf_1. Acesso em: 12 fev. 2015.

Pequeno, P. A. M. (2002). Coleta Seletiva de Lixo: Uma alternativa para minimização de resíduos com geração de renda. Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública. Rio de Janeiro. Disponível em: http://arca.icict.fiocruz.br/bitstream/icict/5447/2/590.pdf. Acesso em: 19 abr. 2015.

Persich, J. C. & Silveira, D. D. (2011). Gerenciamento de Resíduos Sólidos - A Importância da Educação Ambiental no Processo de Implantação da Coleta Seletiva de Lixo - O Caso de Ijuí/RS. (n. 4, p. 416-426). Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental. REGET-CT/UFSM. Disponível em: http://periodicos.ufsm.br/reget/article/view/3858/2264. Acesso em: 01 jul. 2016.

PMAR - Prefeitura Municipal de Angra dos Reis. (2010). Coleta Seletiva Chega à Sede da Prefeitura. Disponível em: http://www.angra.rj.gov.br/imprensa_noticias_release.asp?vid_noticia=31447&IndexSigla=imp#.VSLLh-EaD7k. Acesso em: 10 jan. 2015.

PMAR - Prefeitura Municipal de Angra dos Reis. (2013). Prefeitura descarta quase 2000 pneus. Disponível em: http://www.angra.rj.gov.br/imprensa_noticias_release.asp?vid_noticia=26746&IndexSigla=IMP#.VUlpgpMaA14. Acesso em: 03 mai. 2015.

PMAR - Prefeitura Municipal de Angra dos Reis. (2014a). Conheça a Coleta Seletiva de Angra. Disponível em: http://www.angra.rj.gov.br/imprensa_noticias_release.asp?vid_noticia=27950&IndexSigla=imp#.VolhilIaCSM. Acesso em: 10 jan. 2015.

PMAR - Prefeitura Municipal de Angra dos Reis. (2014b). Prefeitura Incentiva Coleta Seletiva. Disponível em: http://www.angra.rj.gov.br/imprensa_noticias_release.asp?vid_noticia=42933&IndexSigla=imp#.VSLHhOEaD7k. Acesso em: 10 jan. 2015.

PMAR - Prefeitura Municipal de Angra dos Reis. (2014c). UPR Verde em Pleno funcionamento. Disponível em: http://angra.rj.gov.br/imprensa_noticias_release.asp?vid_noticia=42924&IndexSigla=IMP#.VTbWEZMaA14. Acesso em: 21 fev. 2015.

PMAR - Prefeitura Municipal de Angra dos Reis. (2014d). Prefeitura Lança Balcão de Resíduos. Disponível em: http://www.angra.rj.gov.br/imprensa_noticias_release.asp?vid_noticia=28047&IndexSigla=imp#.VSLJBOEaD7k. Acesso em: 21 abr. 2015.PMAR - Prefeitura Municipal de Angra dos Reis. (2015). Coleta seletiva em Angra vem crescendo a cada ano. Disponível em: http://www.angra.rj.gov.br/imprensa_noticias_indice.asp?indexsigla=imp. Acesso em: 28 jun. 2016.

Queiroz, A. P. B. (2013). Coleta seletiva em condomínios: realidades, possibilidades e desafios - estudo de caso do município de Niterói - RJ. Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Centro de Tecnologia e Ciência. Faculdade de Engenharia. Disponível em: www.peamb.eng.br/trabalhosconclusao/2013/AmandaPimentelBerckdeQueiroz_DissertacaoEngenhariaAmbiental-ColetaSeletivaemcondominios.pdf. Acesso em: 01 jul. 2016.

Queiroz, A. P. B. (2014). Gestão de resíduos sólidos em Niterói/RJ: histórico e comparação de dois programas de coleta seletiva. X Congresso Nacional de Excelência em Gestão. 08 e 09 agosto 2014. Disponível em: www.inovarse.org/sites/default/files/T14_0226_0.pdf. Acesso em: 01 jul. 2016.

Santos, Z. (2011). Coleta Seletiva e Responsabilidade Social: O caso da cooperativa de reciclagem, trabalho e produção - CORTRAP, em Brasília. Câmara dos Deputados. Biblioteca Digital da Câmara dos Deputados. Centro de Documentação e Informação. Coordenação de Biblioteca. Disponível em: http://bd.camara.gov.br/bd/handle/bdcamara/6565. Acesso em: 24 jan. 2015.

Saraiva, L. A. S., & Capelão, L. G. F. (2000). A nova administração pública e o foco no cidadão: burocracia x marketing?. Revista de Administração Pública. 9 p. Disponível em: http://www.spell.org.br/documentos/ver/12716/a-nova-administracao-publica-e-o-foco-no-cidadao--burocracia-x-marketing-/i/pt-br. Acesso em: 21 dez. 2015.

SEA - Secretaria de Estado do Ambiente. (2015a). Prefeituras que investem em meio ambiente recebem maiores repasses do Imposto sobre Circulação de Mercadorias. Disponível em: http://www.rj.gov.br/web/sea/exibeconteudo?article-id=164974. Acesso em: 05 abr. 2015.

SEA - Secretaria de Estado do Ambiente. (2015b). Estimativa de distribuição de ICMS Verde em 2013. Disponível em: http://download.rj.gov.br/documentos/10112/1403784/DLFE-59334.pdf/ICMSVerde2013Estimativa_v2.pdf. Acesso em: 21 dez. 2015.

SEA - Secretaria de Estado do Ambiente. (2015c). Coleta Seletiva, por municípios do Estado do Rio de Janeiro - base de dados 2011 para o ICMS Ecológico AF2013. Disponível em: http://download.rj.gov.br/documentos/10112/1403784/DLFE-59931.pdf/ICMS_Verde_2013_Estimativa_R_coleta_seletiva.pdf. Acesso em: 21 dez. 2015.

SEA - Secretaria de Estado do Ambiente. (2015d). Distribuição de ICMS Ecológico em 2009. Disponível em: http://download.rj.gov.br/documentos/10112/345501/DLFE-43628.pdf/rep_total_2009.pdf. Acesso em: 21 dez. 2015.

SEA - Secretaria de Estado do Ambiente. (2015e). Distribuição de ICMS Ecológico em 2010. Disponível em: http://download.rj.gov.br/documentos/10112/345501/DLFE-43629.pdf/rep_total_2010.pdf. Acesso em: 21 dez. 2015.

SEA - Secretaria de Estado do Ambiente. (2015f). Estimativa de distribuição de ICMS Ecológico em 2011. Disponível em: http://download.rj.gov.br/documentos/10112/408949/DLFE-34536.pdf/estimativa_dist_2011_v3.pdf. Acesso em: 21 dez. 2015.

SEA - Secretaria de Estado do Ambiente. (2015g). Estimativa de distribuição de ICMS Ecológico em 2012. Disponível em: http://download.rj.gov.br/documentos/10112/721476/DLFE-44535.pdf/estimativa_2012.pdf. Acesso em: 21 dez. 2015.

SEA - Secretaria de Estado do Ambiente. (2015h). Estimativa de distribuição de ICMS Verde em 2013. Disponível em: http://download.rj.gov.br/documentos/10112/1403784/DLFE-59334.pdf/ICMSVerde2013Estimativa_v2.pdf Acesso em: 21 dez. 2015.

SEA - Secretaria de Estado do Ambiente. (2015i). Estimativa de distribuição de ICMS Verde em 2014. Disponível em: http://download.rj.gov.br/documentos/10112/1878866/DLFE-70133.pdf/estimativadistribuicao2014.pdf. Acesso em: 21 dez. 2015.

Silva; E. L. & Menezes; E. M. (2005). Metodologia da Pesquisa e Elaboração de Dissertação. (4a ed. rev. atual.). Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis: UFSC. Disponível em: http://200.17.83.38/portal/upload/com_arquivo/metodologia_da_pesquisa_e_elaboracao_de_dissertacao.pdf. Acesso em: 23 fev. 2015.

Simonetto, E. O. & Borenstein, D. (2006). Gestão operacional da coleta seletiva de resíduos sólidos urbanos - abordagem utilizando um sistema de apoio à decisão. (v. 13, n. 3). São Carlos, set/dez 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-530X2006000300008&script=sci_arttext. Acesso em: 28 dez. 2015.

SLU - Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal. (2015). Coleta Seletiva. Disponível em: http://www.slu.df.gov.br/component/content/article/262.html. Acesso em: 22 nov. 2015.

Xavier, T. R., Santos, R. A., Ferreira, M. G. M., Wittmann, M. L., & Souza, R. A. R. (2012). Educação ambiental como mecanismo propulsor da qualidade de vida e preservação do meio ambiente: um mapeamento das práticas educativas ambientais em empresas no município de Ouro Preto/MG. (v. 1, n. 1). Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/sinapsemultipla/article/view/2307. Acesso em: 28 dez. 2015.


Texto completo: PDF



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional