Microempreendedores Individuais: Um Estudo sobre suas Ações e Percepções Frente às Exigências do Desenvolvimento Sustentável

Nilton dos Santos Portugal, Sabrina Soares da Silva, Pedro dos Santos Portugal Júnior, Alessandro Ferreira Alves

Resumo


O presente trabalho descreve as ações e as percepções dos microempreendedores individuais e se justifica pela importância socioeconômica dessa nova caracterização empresarial e pela projeção do crescimento de sua formalização, que retrata números e percentuais de relevante contribuição para o desenvolvimento do país. Com o objetivo de compreender os padrões de gerenciamento sustentável, o estudo se caracterizou como descritivo, de natureza quantitativa, optando-se pelo survey, com a aplicação de questionários estruturados em uma amostra de 391 empreendedores na microrregião de Varginha-MG. Pelos resultados foi possível evidenciar um baixo envolvimento dos microempreendedores com as questões sociais e ambientais. Destacaram-se a falta de diretrizes voltadas à preservação ambiental e o desinteresse pelo voluntariado. Contudo, as percepções de que a adoção de ações voltadas à preservação do meio ambiente pode assegurar melhores condições de vida às futuras gerações e a crença de que atitudes relacionadas à melhoria e bem-estar do ser humano pode proporcionar vantagens para a empresa foram frequentes.

Palavras-chave


Microempreendedor Individual; Empreendedorismo; Sustentabilidade

Referências


ACS, Z. J. et al. Growth and entrepreneurship. Small Business Economics, Dordrecht, v. 39, n. 2, p. 289-300, Sept. 2012.

BABBIE, E. Métodos de pesquisa de survey. Belo Horizonte: UFMG, 1999. 519 p.

BOSZCZOWSKI, A. K.; TEIXEIRA, R. O empreendedorismo sustentável e o processo empreendedor: em busca de oportunidades de novos negócios como solução para problemas ambientais e sociais. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 33, 2009, São Paulo. Anais... São Paulo: ANPAD, 2009. 1 CD-ROM.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei Complementar no 123, de 14 de dezembro de 2006. Institui o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, n. 240, p. 1-9, 15 dez. 2006.

________. Congresso Nacional. Lei Complementar no 128, de 19 de dezembro de 2008. Altera a Lei Complementar no 123, de 14 de dezembro de 2006. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, n. 248, p. 1-6, 22 dez. 2008.

________. Previdência Social. Guia do empreendedor individual. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2013.

CAVALCANTI, M. C. S.; TEIXEIRA, R. M. Empreendedorismo sustentável e as dimensões de schlange: um estudo multicasos em pequenas empresas sergipanas. In: ENCONTRO DE ESTUDOS EM ESTRATÉGIA, 6, 2013, Bento Gonçalves. Anais... Bento Gonçalves: ANPAD, 2013. 1 CD-ROM.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R. Metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2007. 176 p.

COHEN, B.; WINN, M. Market Imperfections, opportunity and sustainable entrepreneurship. Journal of Business Venturing, New York, v. 22, p. 29-49, June 2007.

DALMORO, M. A visão da sustentabilidade na atividade empreendedora: uma análise a partir de empresas incubadas. Revista de Gestão Organizacional – RGO, Chapecó, v. 2, n. 1, p. 87-104, jan./jun. 2009.

DIMOV, D. Grappling with the unbearable elusiveness of entrepreneurial opportunities. Entrepreneurship Theory and Practice, San Francisco, v. 35, p. 57-81, Jan. 2011.

DIXON, S. E.; CLIFFORD, A. Ecopreneurship: a new approach to managing the tripple bottom line. Journal of Organizational Change Management, Bradford, v. 20, n. 3, p. 326-344, June 2007.

DOLABELA, F. Oficina do empreendedor. Rio de Janeiro: Sextante, 2008a. 319 p.

DOLABELA, F. O segredo de Luísa. Rio de Janeiro: Sextante, 2008b. 299 p.

DONAIRE, Denis. Gestão ambiental na empresa. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

ESTY, D. C.; WINSTON, A. O verde que vale ouro: como empresas inteligentes usam a estratégia ambiental para inovar, criar valor e construir uma vantagem competitiva. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. 347 p.

FENKER, E. A.; FERREIRA, E. Sustentabilidade: economia e ecologia sustentáveis? In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 35, 2011, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2011. 1 CD-ROM.

FILION, L. J. Empreendedorismo: empreendedores e proprietários-gerentes de pequenos negócios. Revista de Administração, São Paulo, v. 34, n. 2, p. 6-28, abr./jun. 1999.

GLOBAL ENTREPRENEURSHIP MONITOR. Empreendedorismo no Brasil: relatório nacional. Curitiba, 2003. Disponível em: . Acesso em: 23 jul. 2013.

HAIR JUNIOR, J. F. et al. Análise multivariada de dados. 6. ed. Porto Alegre: Bookman, 2009. 688 p.

HOLT, D. Where are they now?: tracking the longitudinal evolutions of environmental businesses from the 1990s. Business Strategy and the Environment, New York, v. 20, n. 4, p. 238-250, May 2011.

JUNG, C. F. Metodologia para pesquisa & desenvolvimento: aplicada a novas tecnologias, produtos e processos. Rio de Janeiro: Axcel Books, 2004. 328 p.

LEVIN, J. Estatística aplicada a ciências humanas. 2. ed. São Paulo: Harbra, 1987. 408 p.

LUSTOSA, M. C. J. Industrialização, meio ambiente, inovação e competitividade. In: MAY, P. H.; LUSTOSA, M. C.; VINHA, V. da. Economia do meio ambiente. Rio de Janeiro: Campus, 2003. p. 155-172.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 6. ed. Porto Alegre: Bookman, 2012. 768 p.

MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas: amostragens e técnicas de pesquisas: elaboração, análise e interpretação de dados. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2008. 296 p.

NECK, H. M.; GREENE, P. G. Entrepreneurship education: known worlds and new frontiers. Journal of Small Business Management, Milwaukee, v. 49, n. 1, p. 55-70, Jan. 2011.

PARRISH, B. D. Sustainability: driven entrepreneurship: principles of organization design. Journal of Business Venturing, New York, v. 25, n. 5, p. 510-523, Sept. 2010.

PORTAL DO EMPREENDEDOR. Microempreendedor individual: estatísticas do MEI. Disponível em: . Acesso em: 7 jan. 2014.

SACHS, I. Ecodesenvolvimento – crescer sem destruir. São Paulo: Vértice, 1986.

__________. Desenvolvimento sustentável: desafio do século XXI. Ambiente & Sociedade, Campinas, v. 7, n. 2, p. 214-216, jul./dez. 2004.

SALUSSE, M. A. Y.; ANDREASSI, T. O estado da arte do ensino do empreendedorismo: mapeamento e evolução. In: ENCONTRO DE ESTUDOS EM ESTRATÉGIA, 6, 2013, Bento Gonçalves. Anais... Bento Gonçalves: ANPAD, 2013. 1 CD-ROM.

SARASVATHY, S. D.; VENKATARAMAN, S. Entrepreneurship as method: open questions for an entrepreneurial future. Entrepreneurship Theory and Practice, San Francisco, v. 35, n. 6, p. 113-135, Nov./Dec. 2011.

SCHAPER, M. The essence of ecopreneurship. Environmental Entrepreneurship, Oxford, v. 38, n. 1, p. 26-30, 2002.

SCHUMPETER, J. A. Capitalism, socialism and democracy. New York: Harper and Row, 1950. 431 p.

SCHUMPETER, J. A. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e o ciclo econômico. São Paulo: Nova Cultural, 1997. 237 p.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS. Desempenho das MPE mineiras: 1o trimestre 2013. Disponível em: . Acesso em: 22 jun. 2013.

STEVENSON, W. J. Estatística aplicada à administração. São Paulo: Harbra, 2001. 498 p.

TACHIZAWA, T. Gestão ambiental e responsabilidade social corporativa. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

THEÓPHILO, C. R.; MARTINS, G. A. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009. 264 p.

TILLEY, F.; YOUNG, W. Sustainability entrepreneurs: could they be the true wealth generators of the future? Greener Management International, Sheffield, v. 55, p. 19-92, Feb. 2009.

VENKATARAMAN, S. et al. Reflections on the 2010 AMR decade award: whither the promise?: moving forward with entrepreneurship as a science of the artificial. Academy of Management Review, Mississippi, v. 37, n. 1, p. 21-33, Jan./Feb. 2012.

VINHA, V. As empresas e o desenvolvimento sustentável: da ecoeficiência à responsabilidade social corporativa. In: MAY, P. H.; LUSTOSA, M. C.; VINHA, V. Economia do meio ambiente. Rio de Janeiro: Campus, 2003. p. 173-196


Texto completo: PDF



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional