Reflexões Empíricas Sobre a Dimensão Social da Sustentabilidade em Cadeias de Suprimento: O que Precisa Mudar?

Ana Paula Ferreira Alves, Minelle Enéas Silva

Resumo


Nos últimos anos, têm sido deflagrados vários escândalos observados em níveis mundiais, relacionados ao desrespeito aos direitos humanos, e também ao envolvimento de organizações de diversas cadeias de suprimento. Sob essa questão, este estudo objetiva identificar a aplicação de aspectos sociais em cadeias de suprimento de uma empresa de confecções brasileira. Para tanto, realizou-se uma pesquisa qualitativa por meio de um levantamento documental a partir de três critérios de coleta apontados, quais sejam: discurso do social, ações sociais e prática do social. Os resultados apontam que a empresa vem evidenciando preocupações com a dimensão social, voltadas à cadeia de suprimento. Entretanto, estimula-se aprofundar discussões que podem ampliar sua performance social, ainda inconsistentes, e, portanto, contribuir com a inserção da sustentabilidade na cadeia de suprimento.

Palavras-chave


Dimensão Social; Cadeias de Suprimento; Sustentabilidade; Mudança

Referências


Abdalla, E. C., & Barbieri, J. C. (2014). Determinants of Sustainable Supply Chain: an analysis of mensuration models of pressures and socio-environmental practices. Journal of Operations and Supply Chain Management, 7 (2), p.110-122.

Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT). (2013). Indústria Têxtil e de Confecção Brasileira: cenários, desafios, perspectivas e demandas. Brasília, 2013. Disponível em http://www.abit.org.br/conteudo/links/publicacoes/cartilha_rtcc.pdf. Acesso em Jan. 2015.

Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT). (2014). Relatório de Atividades ABIT 2014. Disponível em http://www.abit.org.br/conteudo/informativos/relatorio_atividades/2014/abit_digital-final.pdf. Acesso em Fev. 2015.

Ahi, P., & Searcy, C. (2013). A comparative literature analysis of definitions for green and sustainable supply chain management, Journal of Cleaner Production, 52.

Alves, A. P. F., Santos, J. G., & Nascimento, L. F. M. (2015). Integração Na Cadeia De Suprimentos: Ampliando A Sustentabilidade Da Cadeia. Anais do XVIII SIMPOI. São Paulo.

Ashby, A., Leat, M., & Hudson-Smith, M. (2012). Making connections: a review of supply chain management and sustainability literature. Supply Chain Management: An International Journal, 17 (5), p.497-516.

Bardin, L. (2009). Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Beske, P., Land, A., & Seuring, S. (2014). Sustainable Supply Chain Management Practices and Dynamic Capabilities in the Food Industry: A Critical Analysis of the Literature. International Journal of Production Economics, 152, p.131-143.

Brito, R. P., & Berardi, P. C. (2010). Vantagem Competitiva na Gestão Sustentável da Cadeia de Suprimento: um metaestudo. Revista de Administração Eletrônica – RAE, 50 (2), p.155-169.

Campos, S. A. P., Alves, A. P. F., & Pedrozo, E. A. (2014). Responsabilidade Social na Cadeia de Suprimento: construindo parcerias colaborativas entre organizações. Anais do XVII SIMPOI. São Paulo.

Carta Capital. (2014). Disponível em http://goo.gl/P5aVPI. Acesso em Dez. 2014.

Carter, C. R, & Easton, P. L. (2011). Sustainable Supply Chain Management: evolution and future directions. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management, 41 (1), p.46-62.

Carter, C. R., & Rogers, D. S. (2008). A framework of sustainable supply chain management: moving toward new theory. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management, 38 (5), p.360-387.

Carvalho, A. P., & Barbieri, J. C. (2013). Inovações Socioambientais em cadeias de suprimento: um estudo de caso sobre o papel da empresa focal, RAI – Revista de Administração e Inovação, 10 (1), p.232-256.

Ciliberti, F., Pontrandolfo, P., & Scozzi, B. (2008). Investigating corporate social responsibility in supply chains: a SME perspective, Journal of Cleaner Production.

Creswell, J. W. (2010). Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. Porto Alegre: Artmed/Bookman.

Ehrgott, M., Reimann, F., Kaufmann, L., & Carter, C. R. (2011). Social sustainability in selecting emerging economy suppliers, Journal of Business Ethics, 98, p.99-119.

Elkington, J. (2001). Canibais com garfo e faca. São Paulo: Makroon Books.

Gonçalves-Dias, S. L. F., Labegalini, L., & Csillag, J. M. (2012). Sustentabilidade e cadeia de suprimento: uma perspectiva comparada de publicações nacionais e internacionais. Produção, 22 (3), p.517-533.

Hutchins, M. J., & Sutherland, J. W. (2008). An exploration of measures of social sustainability and their application to supply chain decisions. Journal of Cleaner Production, 16, p.1688-1698.

Leire, C., & Mont, O. (2010). The implementation of socially responsible purchasing. Corporate Social Responsibility and Environmental Management, 17 (1), p.27-39.

Leppelt, T., Foerstl, K., Reuter, C., & Hartmann, E. (2013). Sustainability management beyond organizational boundaries-sustainable supplier relationship management in the chemical industry. Journal of Cleaner Production, 56, p. 94-102.

Maloni, M. J., & Brown, M. E. (2006). Corporate Social Responsibility in the Supply Chain: An Application in the Food Industry. Journal of Business Ethics, 68, p.35-52.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2010). Fundamentos de metodologia cientifica. 7. ed. São Paulo: Atlas.

Markley, M. J., & Davis, L. (2007). Exploring future competitive advantage through sustainable supply chains. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management, 37 (9), p.763-774.

Mentzer, J., Dewitt, W., Keebler, J. S., Min, S., Nix, N. W., Smith, C. D., & Zacharia, Z. G. (2001). Defining supply chain management. Journal of Business Logistics, 22 (2), p.1-25.

Neutzling, D. M., & Nascimento, L. F. M. (2014). Integração na Gestão da Cadeias de Suprimento Sustentáveis: um abordagem teórica. Anais do XVII SIMPOI, São Paulo.

Pagell, M., & Schevchenko, A. (2014). Why Research in Sustainable Supply Chain Management Should Have no Future. Journal of Supply Chain Management, 50 (1), p.44-55.

Pagell, M., & Wu, Z. (2009). Building a More Complete Theory of Sustainable Supply Chain Management Using Case Studies of 10 Exemplars. Journal of Supply Chain Management.

Seuring, S. (2013). A review of modeling approaches for sustainable supply chain management. Decision Support Systems, 54, p.1513-1520.

Seuring, S., & Müller, M. (2008). From a literature review to a conceptual framework for sustainable supply chain management. Journal of Cleaner Production, 16, p.1699-1710.

Silva, M. E. & Nascimento, L. F. M. (2015). Emphasizing Social Issues toward Sustainable Supply Chain: a Brazilian perspective. Independent Journal of Management & Production, 6 (2), p.478-494.

Silva, M. E., Neutzling, D. M., Alves, A. P. F., Dias, P., Santos, C. A. F., & Nascimento, L. F. M. (2013). Gestão da Cadeia de Suprimento Sustentável: entendendo o discurso brasileiro. Anais do XXXVII Encontro da ANPAD. Rio de Janeiro.

Vieira, M. M. F. (2006). Por uma boa pesquisa (qualitativa) em administração. In: Vieira, M. M. F., & Zouain, D. M. Pesquisa Qualitativa em Administração. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV.

Wolf, J. (2011). Sustainable Supply Chain Management Integration: A Qualitative Analysis of the German Manufacturing Industry. Journal of Business Ethics, 102, p.221-235.

Yawar, S. A., & Seuring, S. (2015). Management of social issues in supply chains: a literature review exploring social issues, actions and performance outcomes. Journal of Business Ethics, DOI 10.1007/s10551-015-2719-9.


Texto completo: PDF



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional